:::: MENU ::::
Posts tagged with: Blog Everyday August

BEDA #3 – Instalove: perfis favoritos do Instagram – 03/08/2016

Celular com instagram aberto na tela

Olá, olá, boa noite! Mais um dia de BEDA. Antes de mais nada, gostaria apenas de dizer que… UHULLLL! POKÉMON GO CHEGOU NO BRASIL! E eu já capturei meu Bulbassauro, um Eevee, um Caterpie e um Zubat, sem sair de casa. <3 Apenas triste que amanhã nem posso jogar nas ruas, já que greve das polícias civil e militar no estado do RS. Deus me livre encontrar com a Equipe Rocket assim de cara. Não tou a fim de jogar nesse level HARD, não.

Bom, mas voltando o foco no assunto, hoje gostaria de iniciar essa série de posts semanais onde, a cada semana, apresentarei quatro de meus perfis favoritos do instagram, que merecem muito amor, coraçõeszinhos e seguidores. 🙂

Ichitsuki

A photo posted by Ichi?? (@ichitsuki) on

A photo posted by Ichi?? (@ichitsuki) on

Esse perfil é de uma moça que ama Nintendo, japão e coisas fofas. Lá, você encontra lindas fotos, em tons suaves, com os portáteis da Nintendo, Pokémon, coisinhas fofas e gulosemas japonesas e gatos. As fotos são lindas demais, e confiro as novidades diariamente.

Luh Testoni

Casinhas.

A photo posted by Luh Testoni (@luhtestoni) on

Acho que não há alguém na blogosfera que não conheça a Luh Testoni, o blog e o canal dela. Suas fotos são lindas demais e falam por si só. Se você gosta de fotografias temáticas, cores, criatividade e muita beleza, esse perfil é pra você.

Leia o restante do artigo…


BEDA #2 – As coisas mais divertidas da internet sobre Stranger Things

Stranger ThingsStranger Things, você provavelmente já ouviu falar, ou leu a respeito, sobre essa série original da Netflix, e deve ter visto milhares de notícias, memes, referências.

Caso você não conheça a série, recomendo que assista o quanto antes, pois vale muito a pena. São 8 episódios apenas nessa primeira temporada (e ano que vem deve sair uma segunda), e estão todos no Netflix, onde você pode fazer uma conta e experimentar o serviço gratuitamente por 30 dias, caso ainda não tenha conta lá. Esses 30 dias são, sem dúvida, mais do que suficientes para ver a série, até porque você não vai conseguir parar até acabar e vai assistir tudo rapidinho. Vai até sobrar tempo pra explorar outras preciosidades do catálogo, juro!

Me é difícil falar sobre a série, do que ela trata, sem deixar escapar spoilers, então se você está curioso pra saber do que se trata, recomendo a leitura desse post do site Amigos do Fórum, que faz uma suscinta e adequada análise sobre a série, sem nenhum spoiler, e este outro post do site Nota Terapia, que vai um pouco mais a fundo, explicando bem do que trata a série, porém, sem revelar algo que possa comprometer sua apreciação.

Eu, particularmente, tenho me divertido horrores em ver tudo que é postado pela internet, principalmente no Facebook, a respeito da série. São tantas coisas legais e engraçadas, que resolvi compilar aqui minhas favoritas e compartilhar com vocês.

A série está bombando tanto, e tem tantas referências, que o Capitão América pira na batatinha!

Referências

Ornitorrinco manjando dos paranauê.

Até o Cartoon Network entrou na onda das referências:

Cartoon Network - Should I Stay or Should I go?

Gumball considerando seriamente as opções.

Leia o restante do artigo…


BEDA #1 – Nostalgia: Aberturas de desenhos que marcaram minha infância

Dragão sorridente voando, ilustração.Boa noite, pessoas. E hoje começa o BEDA, Blog Everyday August, e pra ver se retomo o hábito de atualizar diariamente, resolvi participar dessa vez, com agradecimento a todas pessoas que participam do grupo Blogueiros Geeks no Facebook.

Ultimamente ando nostálgica, lembrando da minha infância na década de 80, dos desenhos que assistia naquela época e, como resultado, andei passando um tempo no Youtube, procurando e pesquisando pedacinhos daqueles que me fizeram uma criança muito feliz.

Claro que vários clássicos amados também me acompanharam, como Caverna do Dragão, Flintstones, Os Jetsons, Os Herculóides, Space Ghost, Thundercats, She-ra, He-man, Cavalo de Fogo… Foram tantos! Porém, estes aqui quase nunca são lembrados pela maioria das pessoas que viveram a infância na mesma época, e merecem muito amor também! <3

Alguns achei episódios, outros, apenas a abertura. Resolvi compartilhar, pois muitos de vocês, caros “serumaninhos”, talvez não tenham vivido essa época e não chegaram a conhecer tais desenhos, e outros tantos talvez tenham até assistido e, como eu, relembrem com carinho. 🙂

Dartagnan e os Três Mosqueteiros

Versão canina. Hein? Como assim? Isso mesmo, um desenho animado baseado no clássico livro de Alexandre Dumas, porém, os personagens são todos cães. Eu confesso que apesar disso, eu tinha, do alto de meus 06 anos de idade, um certo “crush” no Dartagnan, e adorava a Juliete. Por outro lado, eu odiava com todas as minhas forças o Richellieu, e tinha MEDO dele, a ponto de chorar, mesmo.

Bancada pelos espanhóis, mas produzida no Japão pela Nippon Animation, em 1981, foi exibida pela finada Rede Manchete no Clube da Criança em 1984, quando a Xuxa era uma jovem apresentadora ainda em início de carreira.

A música da abertura até hoje me persegue, tocando aleatoriamente na minha cabecinha quando bem entende. A verdade é que ela é viciante, como vocês podem conferir abaixo.

No Jbox, em 2007, fizeram um artigo bem legal sobre essa série animada de 26 episódios. Recomendo a leitura para saber mais. Inclusive nesse artigo descobri que chegou a ser lançado em locadoras com o título de Dartacão e os Três Moscãoteiros. Nomezinho terrível!

Ficou curioso? Você pode assistir os episódios 1 a 23 no Youtube, com a dublagem da época. 🙂

As Aventuras de Gulliver

Mais um desenho baseado em uma obra literária, As Viagens de Gulliver, esta escrita por Jonathan Swift. Produzida pela Hannah-Barbera na década de 60, era transmitida no Brasil na década de 80, mas minha memória falha e não tenho certeza se assistia na Bandeirantes, no SBT (TVS na época) ou na Manchete.

Nela, acompanhamos a chegada de Gulliver na ilha de Lilliput, acompanhado de Tag, seu cãozinho, enquanto viajava pelo mundo à procura de seu pai. Gulliver chega causando e apavorando geral, já que os habitantes da ilha são bem pequeninos, o que faz com que ele seja um verdadeiro gigante perto deles. Com o tempo, porém, boas amizades são feitas e Gulliver meio que se torna parte da ilha. Eu adorava ver aqueles pequeninos!

Há alguns episódios pelo youtube, para quem se dispuser a pesquisar com um pouco de tempo e paciência.

Patrulha Estelar

Porque né, gente, Leiji Matsumoto é vida, e graças a este desenho, e o advento da internet, que me permitiu conhecer mais sobre essa pessoinha maravilhosa, virei fã do cara! Nunca ouviu falar nele? Ah, mas certamente vocês já ouviram falar em Daft Punk e no álbum do grupo que originou os vídeos clipes que viraram o longa-metragem, musical e animado, Interstella 5555! Obra do Matsumoto!

Só essa música de abertura já me arrepia! Uchuu Senkaaaaaaaannnn Yaaaaamaaaaatoooo!

Patrulha Estelar foi um dos animes, sim, animes, mais icônicos da Rede Manchete muito antes de Cavaleiros do Zodíaco e Sailor Moon bombarem na emissora. Exibido entre 1983 e 1985, eu não perdia um episódio dessa animação japonesa, e aos 7 anos de idade, 1985, eu idolatrava a série e Derek Wildstar, o herói.

Para minha alegria, em 2010 lançaram um longa-metragem em live-action, com atores de verdade, Space Battleship Yamato, que serviu pra matar saudades. Não é um primor de filme, mas bem feitinho e ótimo entretenimento, que recomendo pra quem quiser adentrar no universo da nave Yamato.

Pra quem ficou curioso, aqui tem um dos episódios com a dublagem brasileira original.

Galaxy Rangers

Ô, beleza, parece que desde criança eu já sabia o que era bom e virariam paixões mais tarde na adolescência e vida adulta. Uma Space Opéra? Uma série de Cowboys? Ficção científica espacial? Tudo junto e misturado? Eis Galaxy Rangers! A animação começava com uma narração ambientando a história e seguia com a música da abertura.

Galaxy Rangers embora possa ter traços que parecem de anime de vez em quando, é um desenho americano mesmo, feito em 1986, e que era transmitido aqui em 1987, no Xou da Xuxa (que já tinha migrado da Rede Manchete nessa época). E aos 9 anos, eu tinha uma paixonite por todos os personagens do quarteto de Rangers.

Eu assistia diariamente, pois nesse ano eu tinha sido trocada de escola por meus pais e, pela primeira e única vez em todo o tempo de escola, acabei tendo que estudar de tarde, já que era aluna nova transferida. Caramba, como era incrível ver aqueles cowboys espaciais, meio ciborgues, cheios de implantes maneiros e esquisitos, tentando manter a paz pela Galáxia, com cavalos robôs reluzentes e mucho loucos, no ano de 2086!

Vocês podem assistir TODOS os episódios com a dublagem original aqui no Youtube.

Leia o restante do artigo…


Páginas:12